O estúdio foi concebido como um anexo à Galeria Leme com a finalidade de receber artistas residentes. Extremamente simples, tem um interesse adicional ao formar um conjunto arquitetônico que se expande através da rua, do espaço público. O uso dos dois edifícios simultaneamente cria um evento coletivo aberto em que o fluxo da rua é atravessado pelos fluxos entre eles.

 

metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme
metro estúdio leme

O projeto consiste em uma cobertura, um jirau e dois planos de fechamento em suas extremidades, entre os muros vizinhos. Esses fechamentos, que com a escada em espiral são as únicas adições à antiga serralheria que existia no local, são translúcidos. Pela associação de dois tipos de painéis ondulados, um em policarbonato branco e outro em chapa metálica perfurada foi possível obter um interior luminoso, embora protegido por essas membranas diáfanas. O restante da intervenção resume-se à retirada de todos os elementos desnecessários e ao rearranjo de vigas, treliças e telhas existentes.

ficha técnica

Data do projeto: 2006
Data da conclusão da obra: 2006
Projeto de arquitetura:
Martin Corullon, Anna Ferrari e Gustavo Cedroni
Área do terreno: 170m²
Área construída: 150m²
Construção: José Teles Marinho da Silva
Esquadrias: Camargo e Silva
Iluminação: Reka
Fotos: Leonardo Finotti